Série BMW 5 E39

desde 1996-2001 lançamento

Reparo e operação do carro



BMW E39
+ Introdução
+ Instrução de manutenção
+ Partida atual e serviço
+ Motor
+ Esfriar sistemas, aquecendo-se
- Sistema de provisão de poder e lançamento
   + Sistema de provisão de poder
   + Sistema de injeção do motor de gasolina
   + Sistema de provisão de poder do motor diesel
   - Sistema de produção dos gases cumpridos
      Operação do conversor catalítico
      A segurança mede para carros com o conversor catalítico
      Remoção e instalação de sistema de lançamento
      Substituição do cachecol principal
      Remoção e instalação do sensor de oxigênio
      Cheque de tensão de sistema de lançamento
+ Equipamento elétrico de motor
+ Transmissão manual
+ Câmbio automático
+ União e cabos de poder
+ Sistema de freios
+ Suporte de forma triangular de interrupção e direção
+ Corpo
+ Equipamento elétrico de bordo
+ Esquemas de equipamento elétrico
+ Sistema de diagnóstica de bordo
f10e3af3


Operação do conversor catalítico

Todos os motores equipam-se do conversor catalítico da purificação dos gases cumpridos.

O conversor catalítico tem a parte cerâmica central do design (3) celular coberto de uma camada de transportadora. Em uma camada da transportadora há sais de metais preciosos que funcionam como convertedores. O conversor catalítico fixa-se no caso (1) por meio da camada básica que isola (2) compensação expansões ao mesmo tempo termais do conversor catalítico.

Motores de gasolina

O sistema eletronicamente controlado da injeção na combinação com o sensor de oxigênio permite dosar precisamente o montante do combustível injetável que à sua vez reduz emissões perigosas na atmosfera. O sensor de oxigênio está em um tubo de recepção em frente do conversor catalítico e lava-se por uma corrente dos gases cumpridos. O sensor de oxigênio representa o sensor eletrônico que mede o conteúdo de oxigênio em gases finais e representa o resultado da medição um tipo de flutuações da tensão. A informação do sensor de oxigênio transfere-se para a unidade de controle do sistema da injeção. O valor recebido permite regular a composição da mistura de óleo Diesel aéreo. De um lado é necessário em vista da modificação contínua de condições de serviço (gás que perde tempo, cheio), de outro lado, desde que a reardência ótima do combustível no conversor catalítico só acontece neste caso se os gases finais contiverem bastante gasolina.

Isto no conversor catalítico em uma temperatura de 300 - 800 °C lá foram uma reardência de combustível, na mistura de combustível é necessário ter o conteúdo maior do combustível, do que para a ardência pura.

O conversor catalítico usado representa o assim chamado conversor catalítico três-funcional. Significa que graças à existência do processo da oxidação de regulação do monóxido de carbono (ASSIM) e hidrocarboneto (NANOSEGUNDO), e também a redução da concentração de óxido do nitrogênio (NOx) se executa. Dirija uma ilustração acompanhante.

Motores diesel

Os carros com motores diesel também se equipam do conversor catalítico. Contudo o ajuste da composição da mistura é impossível aqui. O conversor catalítico reduz a emissão do monóxido de carbono, perigoso para o ambiente e hidrocarboneto para valorizar consideravelmente mais pequeno, do que no motor de gasolina. Além disso, o conversor catalítico reduz um cheiro de gases de escape, característica do motor diesel. A concentração mais alta de óxido do nitrogênio no motor diesel diminui por meio do sistema da recirculação dos gases cumpridos.